Nome*:
Telefone*:
E-mail*:
Mensagem:

Orçamento Online
Notícias
  • 16 maio 2019

    Como fazer a limpeza do condomínio?

    A limpeza e conservação do condomínio exige planejamento e rotina. Como fazer isso e garantir que as tarefas sejam bem executadas?

    Manter a limpeza e conservação do condomínio demanda organização, tempo e  atenção. Para garantir que todas as áreas estejam sempre limpas e conservadas, o ideal é que se crie um planejamento, com uma rotina de limpeza. Assim, os funcionários não se perdem, os condôminos não se surpreendem com a limpeza e as áreas comuns do condomínio ficam sempre limpas.

    Mas como organizar a rotina de limpeza? Por onde começar? Algumas dicas podem te ajudar!

    1. Separe as áreas que precisam de limpeza por urgência e frequência

    Condomínios geralmente têm uma vasta área a ser limpa. No entanto, em alguns casos, é impossível/ desnecessário, que todas sejam limpas todos os dias. Por isso, montar um planejamento com todos os espaços e elencá-los segundo a necessidade de limpeza é um bom começo.

    A portaria, por exemplo, é um lugar de grande movimentação e, por isso, merece maior atenção. Pode ser limpa todos os dias. Diferente das escadas, que têm uma circulação menor de pessoas (especialmente em prédios com elevador) e nem sempre precisam passar por limpeza todos os dias.

    Para facilitar, na hora de separar os espaços, pense sempre na quantidade de pessoas que o utiliza e quantas vezes por semana/por mês ou no ano. Devem ser considerados, por exemplo:

    • Hall de entrada, portaria ou recepção;
    • Corredores;
    • Elevadores;
    • Escadas;
    • Garagem;
    • Banheiros;
    • Sala e cozinha dos funcionários;
    • Quartinho para lixeiras (quando houver estes espaços);
    • Jardim;
    • Áreas de lazer e complementares – playground, sala de jogos, área de churrasqueira, piscina, salão de festas, auditório, etc.
    2. Estabeleça os dias e horários para limpeza dos espaços

    É importante fixar dias e horários para limpar cada área. Assim o faxineiro (a) não se perde e consegue se organizar para limpar todos os espaços de acordo com o planejamento. Além disso, os condôminos também se planejam, quando necessário, para que não haja transtornos durante o período de limpeza.

    Também é importante se atentar para que a rotina de limpeza não afete horários de pico ou dias em que os ambientes são mais utilizados.

    Por exemplo, salões, áreas de lazer, devem ser limpos em dias de semana (segundas, ou terças). Esses são dias em que, geralmente, menos pessoas vão utilizar esses ambientes. Elevadores, escadas e corredores podem ser limpos em horário comercial, quando há menos circulação. A portaria deve ser a primeira a receber a limpeza…

    As garagens, geralmente, são faxinadas com menos frequência, mas é essencial que todos sejam avisados da limpeza com antecedência para que se programem e retirem os carros, se necessário.

    Se julgar necessário, fixe os horários de limpeza de cada local em um espaço que todos tenham acesso.

    3. Monte a rotina de limpeza

    Feito o planejamento, para garantir a execução e controle das tarefas, monte a rotina de limpeza em uma planilha. Considere onde limpar, quando e com que frequência. E especifique o tempo em que deve ser executada a limpeza. Como exemplo:

    • Hall de entrada – limpar diariamente – de 7h às 8h;
    • Corredores – limpar cada um, uma vez por semana – de 14h às 15h;
    • Garagem – limpar uma vez por mês – na 1ª segunda-feira do mês – de 13h às 17h;
    • Vidros – limpar quinzenalmente – às quintas-feiras, de 8h às 11h.

    Precisa de ajuda com a limpeza e conservação do condomínio? Entre em contato com a HS Conservadora!

    Conheça nossos serviços!

     

     

     

    Comente Comente

HS Conservadora Todos os Direitos Reservados | 2013
Deselvolvido por Futuro Comunicação Aprimorar Desenvolvimento